INSS Garante Continuidade dos Benefícios sem Exigência de Prova de Vida Presencial

Medida visa evitar transtornos e deslocamentos desnecessários aos segurados, com busca ativa programada pelo próprio órgão.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou nesta sexta-feira (2) uma importante atualização para aposentados, pensionistas e outros beneficiários de auxílios prolongados. A instituição confirmou que os pagamentos desses grupos não serão interrompidos devido à ausência de comprovação presencial de vida. A decisão vem após uma mobilização intensa nas agências, provocada por avisos emitidos através do aplicativo “Meu INSS” e por entidades bancárias. Esses avisos, direcionados a aproximadamente 2,9 milhões de segurados nascidos em janeiro e fevereiro, alertavam sobre a necessidade de atualização de dados, que não foram verificados durante os procedimentos internos de cruzamento de informações.

Segundo o INSS, a ação faz parte de uma rotina operacional estabelecida para alertar aqueles que ainda não foram localizados nas bases de dados do instituto. A falta de confirmação da prova de vida, no entanto, não resultará em suspensão dos benefícios. O INSS reforça a importância de manter as informações pessoais atualizadas, pois realizará uma busca ativa, dirigindo-se ao endereço registrado pelo segurado, eliminando a necessidade de comparecimento aos bancos ou agências da Previdência.

Paralelamente, o INSS está convocando mais de 4,3 milhões de beneficiários para a realização da prova de vida anual, processo esse que agora pode ser efetuado através de consultas em bancos de dados, eliminando a necessidade de deslocamento físico. A recente onda de convocações envolve cerca de 1,2 milhão de indivíduos nascidos em março, notificados via aplicativo “Meu INSS”, Central 135, ou através de comunicados bancários.

Para a realização da prova de vida, os segurados podem optar por diferentes métodos, tais como o acesso ao aplicativo “Meu INSS”, atendimento presencial em agências da Previdência, uso de biometria para recebimento de benefícios ou empréstimos consignados, e atualizações no Cadastro Único (CadÚnico). A inovação tecnológica trouxe também a opção de biometria facial, disponível desde 2020, permitindo a comprovação de vida por reconhecimento facial através do celular.

Para servidores públicos federais inativos e pensionistas, a prova de vida mantém-se digital, realizada exclusivamente pelos aplicativos sougov.br e gov.br, ou na agência bancária responsável pelo pagamento, respeitando o mês de aniversário do beneficiário.

Esta medida do INSS visa simplificar o processo de comprovação de vida, trazendo maior conforto e segurança aos beneficiários, evitando deslocamentos desnecessários e garantindo a continuidade dos benefícios de forma prática e acessível.

Everton Yahu

Escreve para o ZSShares diariamente, trazendo notícias sobre política, economia, tecnologia e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

error: O conteúdo está protegido.