Nova Política Industrial Impulsiona Setor Químico com Redução Tributária

Vice-Presidente Geraldo Alckmin Anuncia Incentivos de R$ 1,5 Bilhão para Aumentar Competitividade da Indústria

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, anunciou nesta segunda-feira (22) uma série de medidas que prometem revitalizar a indústria química brasileira. O plano, centrado na redução do PIS/Cofins, visa aumentar a competitividade do setor no cenário global, com um pacote de benefícios tributários avaliados em R$ 1,5 bilhão.

Essa iniciativa faz parte do Regime Especial da Indústria Química (Reiq), um esforço do governo para reduzir os custos dos insumos e aumentar a eficiência da produção nacional. “Esta ação não implica em aumento de preços ou de impostos de importação, mas sim em fortalecer toda a cadeia produtiva, desde a indústria petroquímica até o setor de plásticos”, explicou Alckmin.

O anúncio ocorreu durante o lançamento da nova política industrial do Brasil, denominada “Nova Indústria Brasil”, um evento que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto. O programa, que visa guiar o desenvolvimento industrial até 2033, disponibilizará R$ 300 bilhões para financiamentos até 2026.

Alckmin destacou a implementação da “depreciação acelerada” como um dos pilares da política, visando a modernização de máquinas e equipamentos em um período mais curto. Essa medida é vista como fundamental para atrair investimentos e melhorar a produtividade do setor.

O vice-presidente enfatizou também a eficácia do financiamento para pesquisa e inovação no âmbito do programa. A expectativa é que essas ações contribuam significativamente para o avanço tecnológico e a competitividade da indústria brasileira no mercado global, marcando um passo importante na jornada de crescimento e inovação do país.

Everton Yahu

Escreve para o ZSShares diariamente, trazendo notícias sobre política, economia, tecnologia e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

error: O conteúdo está protegido.