Brasil Reforça a Proteção às Mulheres com o Novo Protocolo ‘Não é Não

Iniciativa Governamental Visa Combater o Constrangimento e a Violência em Ambientes de Lazer e Entretenimento

O governo brasileiro, liderado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, promulga uma lei inovadora que estabelece o protocolo “Não é Não”, uma medida vital na luta contra o constrangimento e a violência dirigida às mulheres. A legislação, que também institui o selo “Não é Não — Mulheres Seguras”, foi oficialmente publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira.

O cerne deste protocolo é a implementação de políticas de segurança nas casas noturnas, boates, espetáculos musicais em locais fechados e shows que vendem bebidas alcoólicas. O objetivo é criar um ambiente seguro para as mulheres, promovendo a prevenção e o combate ao constrangimento e à violência.

Os princípios do protocolo são claros e objetivos, focando no respeito ao relato da vítima, na preservação de sua dignidade, honra, intimidade e integridade física e psicológica, além de garantir a celeridade no cumprimento da lei. Essa abordagem integra esforços tanto do setor público quanto do privado para enfrentar a questão da violência contra a mulher.

Os estabelecimentos têm deveres específicos sob esta lei, incluindo a presença de pelo menos um membro qualificado para lidar com o protocolo, a visibilidade das informações sobre como acioná-lo e os números de emergência, e a verificação com a vítima sobre a necessidade de assistência. Além disso, devem assegurar a proteção da mulher em situações de violência, colaborar com a identificação de testemunhas, garantir o acesso às imagens pelas autoridades policiais e preservar as gravações relacionadas ao incidente por no mínimo 30 dias.

O descumprimento das diretrizes do protocolo “Não é Não” acarreta penalidades severas, incluindo advertências, revogação do selo, exclusão da lista “Local Seguro para Mulheres” e outras sanções legais.

Esta medida representa um passo significativo do Brasil no combate à violência contra a mulher, estabelecendo um exemplo de conscientização e ação em ambientes onde elas devem se sentir seguras e respeitadas.

Everton Yahu

Sou Jornalista e Redator, especialista em Contabilidade, Finanças, Tecnologia, Tributação e Serviços. Escrevo para o ZSSHARES, matérias e notícias para informar o público com informações precisas e verídicas. Atualmente sou fundador da Guia Para Internet e formando em Sistemas Para Internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

error: O conteúdo está protegido.