Sony afirma que vai investir em jogos na nuvem: o que podemos esperar?

A Sony pretende investir em jogos na nuvem, a empresa acredita que este é o futuro mais evidente do mercado gamer.

Apesar de liderar os consoles, a Sony nunca havia mencionado a possibilidade de aderir a gaming cloud.

Neste modelo de infraestrutura, o processamento dos jogos ocorre 100% na nuvem, ou seja, nenhuma instalação é necessária.

Continue lendo o nosso artigo e entenda mais sobre o ousado plano da Sony.

O que é gaming cloud?

Antes de tudo, entenda o que é gaming cloud, isso vai permitir que você possa compreender o plano da Sony.

A princípio, o termo gaming cloud refere-se a jogos na nuvem, ou seja, troca de dados entre máquinas sem a necessidade de instalar algo.

Um bom exemplo é o Youtube, apesar de você pode instalá-lo no seu aparelho, ele também funciona diretamente em seu navegador.

O gaming cloud possui um funcionamento semelhante a isto, a empresa japonesa acredita que este é o futuro do mundo dos jogos.

O plano da Sony

Diante das inovações no mercado gamer, a empresa percebe a necessidade de dar mais um passo à frente.

Apesar de recentemente, um possível controle que muda de temperatura ter entrado para a lista de projetos da companhia, ela parece querer mais.

No entanto, a própria Sony reconhece os desafios para concretizar este plano desafiador.

Em uma declaração, o CEO da empresa, Kenichiro Yoshida, disse o seguinte:

“Acho que a nuvem em si é um modelo de negócios incrível, mas quando se trata de jogos, as dificuldades técnicas são altas. Portanto, haverá desafios para os jogos em nuvem, mas queremos enfrentar esses desafios.” – Kenichiro Yoshida.

Visivelmente, a empresa pretende investir em jogos na nuvem, mas pela declaração do CEO, isso não deve acontecer por agora.

Por que jogos em nuvem são um desafio?

A princípio, os jogos em nuvem apresentam alguns problemas, dentre eles está a necessidade de servidores robustos.

Basicamente, na nuvem que processa os dados é a máquina da distribuidora, neste caso a Sony.

Além disso, a conexão do usuário precisa ser muito boa para suportar essa comunicação entre as duas máquinas, o que dificulta ainda mais as coisas.

Em resumo, a empresa vai precisar processar milhões de terabytes por minuto, visto que haveria muitos jogadores simultâneos.

Ou seja, o custo para manter toda essa operação é alto, a empresa precisa otimizar os gastos para criar um produto que atenda a média de mercado.

Como diria o próprio CEO da companhia japonesa, os desafios são muitos.

O que podemos esperar dos jogos em nuvem da Sony?

A companhia japonesa é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo.

Portanto, se ela apontou o interesse em investir nos jogos em nuvem, ela certamente tem um bom plano.

Entretanto, o próprio CEO da empresa mencionou as dificuldades para construir este novo produto.

Sendo assim, podemos imaginar que os jogos em nuvem da Sony não vão chegar ao mercado neste ano.

Conclusão

A corrida por inovação contínua trabalhando intensamente, o mercado gamer é definitivamente um caminho sem volta.

Assim como outras empresas de jogos, a Sony quer garantir seu espaço no setor.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

error: O conteúdo está protegido.