Ex-jogador Robinho deve cumprir pena no Brasil: será que poderá jogar?

De acordo com notícias que foram divulgadas na quarta-feira (18) o ex-jogador Robinho deve cumprir pena no Brasil.

Dessa forma, ele que havia sido condenado na Itália pelo crime de violência sexual em grupo, recebendo uma instância de 9 anos de prisão conforme justiça italiana.

No entanto, tudo ainda está sendo analisado, até porque a própria constituição brasileira proíbe a extradição de brasileiros natos em determinadas situações para outros países.

Porém, e o que certamente está dando o que falar, se dá pelo fato de o jogador Robinho já afirmou que gostaria de voltar a campo no país.

Nesse sentido, será que a sua permanência aqui vai permitir com que ele se torne um jogador ainda? Será que será cumprido todo o tempo solicitado pela justiça Italiana?

Itália solicita extradição de ex-jogador Robinho

Conforme legislação, uma pessoa pode ser extraditada para o seu país de origem, onde pode usar ele para o cumprimento de suas penas.

Dessa forma, seguindo isso, a Itália ano passado em especifico no mês de outubro fez um pedido de extração do ex-jogador para o país para que ele pudesse vir a cumprir suas penas.

No entanto, seguindo até mesmo os princípios da constituição que afirma que nenhum jogador nato poderá ser extraditado, o ex-jogador Robinho permanece no país.

O Governo Bolsonaro na época negou o pedido de extradição diretamente por conta do que está previsto na constituição que diz:

Artigo 180 da constituição, decreta:

Art. 1º Em nenhum caso será concedida a extradição de brasileiros requisitada por Estado estrangeiro. O Governo Federal continuará, porém, a requisitar aos Estados estrangeiros a extradição de brasileiros, na forma de direito.

Por fim, vale citar que o ministro da Justiça, Flávio Dino, vem avaliando o caso, e mesmo que seja novo, já está vendo uma solução.

Veja o que ele disse:

“O exame definitivo compete a questões jurídicas, não são questões políticas. A própria Constituição brasileira proíbe a extradição de cidadãos brasileiros natos. Mas, agora pode, em tese, haver esse cumprimento de pena, mas isso precisa ser examinado e isso efetivamente tramitar”.

“Efetivamente isso não chegou e não posso dizer ainda minha opinião, mas evidentemente, posso afirmar que a minha visão geral é de que crimes, quaisquer que sejam eles, devem ser punidos. Mas, a aplicabilidade de um caso completo como esse só pode ser feita depois que houver toda a tramitação”.

Portanto, ao que tudo indica, será importante aguardar o período de análise do caso, para que seja dado uma reposta definitiva ao caso do ex-jogador Robinho.

Robinho vai parar de jogar bola?

Sim, enquanto o seu caso estiver em tramite judicial, o ex-jogador Robinho não poderá voltar aos campos.

Dessa forma, por mais que em entrevista ele tivesse afirmado que tinha desejo em voltar a jogar, saiba que enquanto o processo estiver acontecendo, isso será impossível.

Além disso, caso Robinho venha a ser extraditado para o cumprimento de sua pena, ao que tudo indica, serão 9 anos de prisão.

Ou seja, ao final da pena, o jogador já vai estar próximo aos seus 50 anos, o que já dificulta um pouco retornar aos campos.

Considerações finais

Por fim, o que você acha sobre a notícia de que Ex-jogador Robinho deve cumprir pena no Brasil? Acha que ele deve ser extraditado?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

error: O conteúdo está protegido.